top of page

Comissão eleita pelo Ocupa Novo Horizonte conquista vitórias em reunião com secretário estadual



Esta quinta-feira, dia 19 de agosto de 2021, foi um dia histórico para a Ocupação Novo Horizonte, em Campos dos Goytacazes.

Uma comissão de representantes eleita pelo movimento, composta por Rafaelly, Graciete Nunes, Luciane, Isabela, Larissa, Tatiana e Felipe, reuniu-se com Max Lemos para levar ao secretário estadual de Infraestrutura e Obras solicitações de investimentos nas políticas públicas de habitação em todo estado do Rio de Janeiro.

A reunião foi promovida pela deputada estadual Zeidan, do PT, que é presidente da Comissão de Política Urbana, Habitação e Assuntos Fundiários da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo Rafaelly Galossi, advogada que tem garantido legalmente a continuidade da Ocupação Novo Horizonte, a implementação dessa “mesa de negociação” com o governo estadual foi fundamental para “construir coletivamente o plano de ação habitacional que garantirá moradia digna, segura e adequada para todas as famílias".

Nesta reunião, ficou acordada a garantia de aluguel social para todas as 700 famílias de Novo Horizonte, além do cadastramento das famílias que se encontram em vulnerabilidade social nos auxílios governamentais da pasta de desenvolvimento social.

Também foi fechado o seguinte calendário de ação com o governo do estado:

1. Na próxima segunda(23/8), o estado irá se reunir com a Prefeitura do município de Campos pra início da articulação conjunta;

2. Logo após a reunião, o estado vai enviar uma equipe da Secretaria Estadual de Habitação e de Direitos Humanos pra iniciar um mapeamento e diagnóstico da Ocupação do Novo Horizonte, com a supervisão da advogada Rafaelly Galossi e de defensor federal

3. Após o diagnóstico, será marcada a segunda reunião da mesa de negociação para definir o número de imóveis que serão construídos e as parcelas do aluguel social.

Foi um dia histórico para o Ocupa Novo Horizonte, mas segundo Daniela Abreu é preciso ter cautela: “Apesar de ser histórica a magnitude de tudo que representa essa ocupação, ela ainda não é vista pela grande população. A imprensa não dá o destaque merecido, mas mesmo assim a Ocupação segue avançando na Justiça. Venceremos”, declarou a jornalista que foi candidata, ao lado da advogada Rafaelly Galossi, a Câmara de Vereadores de Campos pelo Vamos Juntas, a primeira candidatura coletiva da história do município. Uma candidatura feminista do Núcleo José do Patrocínio do PSOL Goytacá.

Quer ajudar a Ocupação Novo Horizonte, o maior movimento social urbano por moradia da história do inteior fluminense?

Então entre em contato com o Núcleo José do Patrocínio, da advogada Rafaelley Galossi e de Dani Abreu, pelo e-mail: nucleojosedopatrocinio@gmail.com


Campos dos Goytacazes, 20 de agosto de 2021

Núcleo José do Patrocínio


71 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page