top of page

O "desemprego" do desemprego: como a política de preços dos combustíveis ajuda a piorar a economia

Atualizado: 23 de ago. de 2021



Em todo Brasil, as sucessivas elevações nos preços dos combustíveis e derivados do petróleo afetam as possibilidades de sobrevivência dos brasileiros. Na semana passada, foi anunciado um novo reajuste no preço dos combustíveis o que já resulta em um acumulado de 27,61% desde janeiro deste ano, os aumentam impactam diretamente no setor que envolve muita polêmica, o trabalho dos motoristas de aplicativo.


Uma estimativa do Sindicato Dos Motoristas Autônomos de Transportes Privado Individual Por Aplicativos no Distrito Federal (Sindmaap-DF), indica que cerca de 20% dos trabalhadores abandonaram os aplicativos, já a Associação dos Motoristas de Aplicativos de São Paulo (Amasp) aponta 25% de desistência. Evidentemente que o problema nesse setor gira em torno das taxas cobradas pelos próprios aplicativos e as condições de trabalho. O aumento nos combustíveis sela de vez o mínimo de ganho para muitos, assim podemos enxergar a verdadeira dinâmica do trabalho “uberizado”, onde o próprio trabalhador tem que lidar com todos os custos enquanto as empresas lucram.

Quanto aos combustíveis, a questão é que desde 2016, quando foi instituída a Política de Preços de Paridade de Importação, PPI, atrelando os preços da Petrobras aos custos de exportação e ao dólar, a perda para todo o país é enorme. É possível acompanhar no gráfico a seguir, a evolução do preço da Gasolina Comum em média no Brasil e o preço do petróleo no mercado mundial.

Fonte: Elaborado pelo autor, dados a partir da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e CEPALSTATS


Partindo do gráfico acima, é possível observar que após 2016, a variação do preço da gasolina comum tem movimento semelhante ao da variação do preço do petróleo no mercado internacional. Em 2021, esses movimentos possuem impacto ainda maior por conta da pandemia, a retomada das atividades no mundo todo impulsionou o preço dos combustíveis e logo esse aumento chegou para nós, aqui no Brasil. Devemos considerar que muito além da mudança de política de preços, vivemos desde 2014 uma inflexão neoliberal que suga os trabalhadores e afunda a economia do país, mesmo as alternativas de sobrevivência como o transporte por aplicativos estão cada vez mais limitadas.

Guilherme Vasconcelos

Referências:

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS, ANP, disponível em https://preco.anp.gov.br, acesso em 22/08/2021

CEPALSTATS, disponível em https://cepalstat-prod.cepal.org/cepalstat/Portada.html, acesso em 22/08/2021

EXTRACLASSE, Política de preços da Petrobras colabora para descontrole da inflação https://www.extraclasse.org.br/opiniao/2021/07/politica-de-precos-da-petrobras-colabora-para-descontrole-da-inflacao/, disponível em 22/08/2021

FOLHA DE SÃO PAULO, Motoristas de aplicativo falam em 'sufoco' com alta da gasolina e desistem de atividade, disponível em https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/08/motoristas-de-aplicativo-falam-em-sufoco-com-alta-da-gasolina-e-desistem-de-atividade.shtml, acesso em 22/08/2021

METRÓPOLIS, Gasolina a R$ 6,40 provoca debandada de motoristas em apps de corrida, disponível em , https://www.metropoles.com/distrito-federal/gasolina-a-r-640-provoca-debandada-de-motoristas-em-apps-de-corrida, acesso em 22/08/2021

TERRA, 99 reage à alta da gasolina com auxílios; Uber diz que preço 'foge do controle' da empresa, disponível emhttps://www.terra.com.br/noticias/tecnologia/99-reage-a-alta-da-gasolina-com-auxilios-uber-diz-que-preco-foge-do-controle-da-empresa,48933a1dd74ed5bd514f4006a7ac37bexq5hup8m.html, acesso em 22/08/2021


108 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page